5 coisas para te ajudar nos tempos difíceis

Fonte: Pinterest
O clima às vezes está pesado, eu te entendo. Eu não sei quais os problemas que hoje te atormentam, quais seus medos e angústias. Mas saiba que você não está sozinho(a) nessa! Justamente por isso eu resolvi compartilhar hoje coisas que me ajudam nos tempos difíceis, tanto em relação com o resto do mundo, quanto com nós mesmos. 

  • Podcast Na Nossa Vida: nunca fui de ouvir podcasts mas, em um passeio pelo spotify, encontrei esse perfil Na Nossa Vida. No mesmo dia, acho que ouvi uns 20 podcasts do perfil, que normalmente têm entre 6 e 20 minutos. Cada áudio que eu ouvia me acrescentava em algo ou era tipo um abraço quentinho. Sério. É o tipo de coisa que você quer mandar pra todo mundo, colocar no outdoor e, por isso, resolvi compartilhar com vocês. 
  • Ficar menos nas redes sociais/deixar de ver o que me faz mal: silenciar stories e publicações no Instagram quase virou minha religião, risos (sempre existe aquele "follow social" que se você desfizer, vai ficar climão. Então minha dica é silenciar a pessoa e vida que segue). O mesmo serve para o facebook: desfaz amizade, deixa de seguir, ou até melhor: deixa de entrar ou rolar tanto o feed. Nos dias que eu me sinto pior, percebo que foram dias em que eu fiquei muito tempo perdendo tempo nesses aplicativos. E pra finalizar, siga perfis e priorize conteúdos que te agreguem, te façam bem! 
  • Ler: ler sempre vai ser uma das melhores viagens a se fazer. Dois livros que li esse ano e que me ajudaram muito: As coisas que você só vê quando desacelera (Haemin Sunim) e A sutil arte de ligar o foda-se (Mark Manson). Ambos os livros (de maneiras bem distintas) me ajudaram a enxergar as coisas de outra forma e também entender a minha responsabilidade perante os acontecimentos da minha vida. Além desses livros, também sempre existem aqueles que aquecem nossa alma, nos fazem bem, mesmo relidos (no meu caso, Harry Potter). 
  • Dedicar alguma atenção ao meu corpo: exercício físico, spa day, etc: cuide de você! Cuidar da gente é uma meta alcançável, então entre fazer algo benéfico e possível ou sofrer por algo que não podemos controlar, o que é melhor? Comece aos poucos: caminhe por 15 minutos, faça uma máscara facial ou uma alimentação saudável. Cuidar de si mesmo é uma forma maravilhosa de amor próprio. 
  • Diálogos construtivos: o que a gente menos precisa nesses momentos são de pessoas que sempre dão um jeito de nos cutucar ou jogar a gente para baixo. Ainda, estar perto de pessoas que são só palavras agressivas, reclamações e etc não é nem um pouco benéfico. Mantenha seus laços com quem te quer bem, que te ajude a evoluir mesmo numa conversa qualquer. É muito importante, nesses momentos, ter ao seu lado (ou virtualmente) pessoas que te agregam, dão aquela palavra de conforto e te querem bem. 

Nunca se sinta culpado por cuidar de você e ser a sua prioridade! Tempos difíceis são reais, acontecem e também passam. O que eu aprendi em 2018 é que tudo está na nossa forma de encarar as coisas, então, vamos juntos virar essa chave? Estamos juntos nessa <3 um beijo com muito carinho!