Quanto tempo mais você aguenta?

FONTE
Em um episódio de Glee, Kurt percebe seu canário muito quieto, com as penas caindo e acha que ele está morrendo. Blaine o tranquiliza, dizendo que ele está apenas trocando de penas, e que precisa de um descanso para poder voltar com tudo. 

Sabe quando você se sente justamente esse canário, em um processo lento e doloroso demais de troca de penas? Você fica quieto demais, fraco demais, aguardando ali num cantinho o momento de novamente poder cantar e brilhar. 

Quando é que as minhas novas penas vão chegar? 

Chega um momento em que você sente que precisa - urgentemente - de penas novas. É um sentimento tão forte que esse último advérbio surgiu nas sugestões do meu corretor antes mesmo de eu digitar "u". Você necessita de músicas novas, lugares novos, percebe que é o próprio Nando que já não cabe mais nas roupas que cabia. 

E então seu coração te questiona: "quanto tempo mais você aguenta? Porque aqui, meu velho, tá difícil a persistência". Quanto tempo mais você aguenta ao redor das pessoas superficiais, o brilho falso de um iluminador qualquer e a falta de tempo de a quem sempre o tempo tá faltando? Como falta! Como faz falta.

Faz falta olhar para o lado e se sentir seguro. Sentir-se "encaixado". Sentir que ali é o seu lugar. Hoje só sobram ao chão as penas que caem, que morrem aos pouquinhos, enquanto as novas se perderam no processo de chegar até você. 

Verde é minha cor preferida e é por isso que eu espero. Minhas asas, hoje cheias de falhas, seguem aguardando. Que vocês possam chegar até mim, novas penas. O mesmo coração que hoje repousa contra a própria vontade é aquele que anseia por cantar novamente amanhã.