Vestido de madrinha: comprar ou mandar fazer?

Oi, gente! Tudo bem com vocês? 
Como contei aqui e no Instagram, em maio fui madrinha de dois casamentos! Muita gente pediu pra contar sobre meus vestidos, então esse post é sobre comprar vestido pronto x mandar fazer, e sobre os lugares que comprei também!

Desde quando minha irmã marcou a data do casamento, eu fiquei pensando no vestido que usaria, e aí eu mesma desenhei meu vestido mentalmente, comprei os tecidos e aguardei uma data mais próxima para ir atrás de costureira e afins.

Aí no meio do caminho de já ter mandado fazer o vestido, fui convidada para ser madrinha de outro casório e, naquelas "olhadinhas" que a gente dá (tínhamos saído para comprar o vestido para minha mãe) achei um outro vestido perfeito, que comprei. 

O lado engraçado disso tudo é que o vestido que eu mandei fazer ficou pronto um dia antes do casamento da minha irmã, e eu não sabia qual vestido usar!! Hahahaha Fui decidir lá pelo meio dia do dia da celebração, e na verdade quem decidiu foram meus amigos/familiares, e usei o que mandei fazer:



Quis muito seguir a tendência dos tons pastéis nos dois vestidos, porque realmente acredito que nessas ocasiões o menos é mais, e acho legal "aparecer" justamente por "não aparecer". Quando vi essa musseline com aplicação de swarovski fiquei apaixonada, e pensei num modelo bem clássico para evidenciar os brilhinhos que o tecido já tinha. Optei por um frente única (que combina com meu tipo físico, principalmente pelo pescocinho avantajado hahahaha) com as costas abertas e com um caimento bem leve, dando destaque para a cintura e gargantilha - por meio dos bordados.



Tá tremidinha, mas amei essa foto entrando com meu primo na igreja!

O segundo vestido, quando olhei no cabide, pensei "nunca que combina comigo" (eu queria mais que tudo um vestido na cor tiffany, porém percebi que ela não combina muito com meu tom de pele - ou talvez cabelo loiro :() e aí, provando o dito cujo, ficou perfeito! Lá no cabide ele parecia uma peça totalmente nada a ver comigo, por isso que é bom provar tudo, porque a gente se surpreende! 



O modelo dele é bem tradicional também, sem grandes estripulias, a parte de cima é um guipur bordado em pérolas, com uma leve aberturinha no decote, que é coberta pelo guipur vazado; a saia é um crepe de seda rosa, nem bebê, nem antigo (#descubra a cor, não sei o nome hahaha).
Nas costas, ele tinha o que eu não gosto de jeiiiito nenhum: tule! Mas como nesse vestido o tule não era o principal e realmente algo só para segurar nas costas, deixei passar! (Palmas porque eu esqueci de tirar fotos das costas! risos)


Agora que os vestidos foram apresentados, vamos aos prós e contras! Em relação aos valores, ambos ficaram com um valor muito aproximado um do outro. Quanto mais trabalhoso, cheio de detalhes, matérias-primas caras, mais caro vai ser, tanto se você manda fazer, quanto se compra pronto. Obviamente é um pouco mais caro que o aluguel (no meu caso eles ficaram quase o dobro), porém não há a possibilidade de você usar de novo, de alguém ter um muito parecido, e muitas vezes as casas de aluguel não ajustam os vestidos perfeitamente porque outras pessoas com outros tipos de corpo os usarão. 

Mandar fazer:
- Seu vestido é único
- Você acompanha todo o nascer/ficar pronto do vestido, vê a mágica acontecendo, o que eu acho muito legal! 
- Você tem mais trabalho, porque precisa ir atrás de estilista, tecido, costureira ou loja que costure, bordador etc
- Demanda mais tempo, já que as costureiras normalmente têm muitas encomendas
- Não são todas as costureiras que são super caprichosas, então é sempre bom já conhecer a pessoa ou ter indicações

Comprar pronto:
- É bem mais fácil, normalmente você só faz duas provas
- Se a sua festa está em cima da hora, é mais rápido de conseguir
- Você já visualiza o vestido ali na hora, então não há aquele "e se?"
- Como as empresas seguem tendências, possivelmente existirão muitos vestidos iguais ao seu
- As opções de parcelamento são mais facilitadas (um beijo pro cartão de crédito!!)

Passei pelas duas experiências e amei meus dois vestidos, que eram bem diferentes do que os das outras madrinhas, mas me senti mais especial no que mandei fazer, por ser algo vindo da minha cabeça (e também pela cor, eu amo nude). Vou dar umas dicas sobre ambas as opções e divulgar meus fornecedores:

MANDAR FAZER:
Procure inspirações no Pinterest: muitas vezes você acha exatamente o que você quer e não precisa gastar com estilista.
Tecidos mais simples: eu me apaixonei pela musseline do meu, e sabem quanto foi o metro? R$20!! Juro!!! Nem sempre o tecido mais caro é o mais bonito, muitas vezes a beleza está na simplicidade (sou suspeita, porque amo o minimalismo!). Resumindo: gastei apenas R$140 de tecido no vestido, o que contribuiu para o preço ficar bem legal. Mas não adianta também comprar um tecido ruim, analise a qualidade! O meu foi BBB: Bom, Bonito e Barato!

COMPRAR PRONTO:
Prove tudo: o vestido no cabide é um, no corpo é outro. Prove até aquele vestido que você não gostou, pois você pode se surpreender!
Vá várias vezes a uma mesma loja: os vestidos de festa giram muito rápido, então chega muita coisa nova. Minha mãe foi três vezes na mesma loja e só encontrou o vestido ideal na terceira ida! 

Comprei meus tecidos no Lojão de Tecidos por Quilo (Birigui/SP): (18) 3642-5477
Costureira: Lena Alta Costura, whatsapp (18) 98118-1054

Spaço Chic: Rua Bento da Cruz, 726 - Birigui - (18) 3641-8075 - o atendimento deles é mara, amei! <3

Falei demais, né? Espero que tenha ajudado vocês! Estou à disposição para esclarecer mais dúvidas, podem me chamar por inbox! 

Farei posts sobre meus penteados e make também, aguardem <3