Quanto vale a sua angústia?

FONTE
Antes de começar esse texto, eu pesquisei no Google: antônimo de paz.

aflição
intranquilidade
desassossego
angústia
medo
pânico
agitação
conturbação
agonia


Minha pesquisa resultou em trinta e sete palavras e aqui eu listei apenas nove. E se você é um ser, assim como eu, sensível ou facilmente afetável, possivelmente sentiu um mal-estar apenas por lê-las. 

Então eu verbalizei a seguinte frase: meu reino pela minha paz.

Meu reino pela minha paz porque ninguém merece andar por aí como se estivesse com uma adaga no peito. Ninguém deve comemorar a meia noite só porque o dia ruim finalmente terminou. Meu reino pela minha paz porque omeprazol nenhum cura agonia ou aflição. 

Por isso eu te aconselho: se você for pedir algo, peça paz. Nas suas orações diárias, ao soprar as velas de aniversário. Ao ver uma estrela cadente, ao segurar um trevo de quatro folhas ou até mesmo naquela brincadeira de criança quando alguém acha um cílio: peça paz.

Hoje eu quero pedir que você priorize e persiga a sua paz. Porque quando você está em paz, descobre que era só disso que precisava. Não tem preço. Nem comparação, nem noite mal dormida, muito menos solidão. O peito leve é o maior tesouro que a gente pode possuir: é o reino onde a gente merece habitar.

Não espere a paz apenas quando as pessoas do outro plano proferirem rest in peace. Cultive a sua paz nos 60, 70, 80 anos que antecedem esse momento. Tem dias que a gente parece ter uma adaga no coração - esse texto é para você arrancar a alojada no seu. Esse texto também é para eu remover a que habita no meu.


elimina la adaga em mi corazón