Verso do inverso


Me diz o que a gente vai fazer 
Me diz quando você vai entender que 
Ou eu respiro 
Ou eu escuto a sua voz 
E não dá nem pra confessar que 
Ontem eu sonhei com você 
Assim como os outros dias 
Dessa semana que nunca tem fim 

E me diz como dar um fim 
Em algo que eu nem queria começar? 
Algo que eu relutei para aceitar? 
Algo que eu rezo todos os dias 
Assim, que termine 
Mas sem nunca acabar 
É, ou eu vejo você 
Ou eu consigo respirar 

Me diz como a dor vai passar 
Se a anestesia tá do lado de lá? 
Por favor, me ajuda 
Me ajuda a aceitar 
Que não é um erro te amar 
Promete pra mim que 
Amanhã o sol vai voltar a brilhar 
Com ou sem você 

E eu prometo que amanhã 
Haverá outras histórias pra eu contar 
Mas hoje, 
Hoje eu sou um eu-lírico de uma só história 
Que mente e diz que não chora 
Que escreve sobre você 
Sequer sabendo se importa.