Mas e mais

FONTE
Eu digo nunca mais,
mas é até te ver de novo.
Eu digo nunca mais,
mas é puro desengano.
Eu sou mais e mas,
e você, quase cigano.
Eu sou ressaca do mar,
você corrente do oceano.

Eu digo que não quero
e você, mistério.
E os dois certeza de que vai ser lua cheia.
Eu sou a prova mais viva
de que o meio não define
e você, uma varanda mobiliada com vime.
 
Você é o sinal amarelo
que faz a gente acelerar
O vidro do carro
embaçado
no meio do embaraço.
Você é tudo o que eu não vou ser,
mas quero viver.

E eu sou a sacada
onde você fuma seu cigarro.
O caminho estreito e cheio de barro
Um banquete à madrugada
De quem há tempos não vai para casa.

Eu sou quem diz nunca mais,
querendo dizer até mais.
Eu sou quem hesita em um mas
E no fim diz, fica mais?



Hoje resolvi postar um poeminha aqui e mostrar esse meu lado para vocês. Espero que vocês gostem. Uma ótima semana para todos!