Eu sempre vou lembrar

FONTE
Hoje eu acordei querendo te perguntar se você lembra... 

Você lembra que todo mundo nos achava fofos juntos? Lembra das vezes em que você não pegou as fritas por estar de regime e, no final, comeu as minhas? Lembra daquela chuva repentina que a gente tomou? E depois riu? E então eu perguntei: você já beijou na chuva? Pois agora sim, meu bem. 

Das músicas que a gente ouvia voltando pra casa, você lembra? Das flores, dos filmes, carinhos, situações constrangedoras, você lembra? Porque eu me lembro. 

Eu me lembro das vezes em que você dormiu no meu colo, e do medo que você sentiu antes de conhecer a minha família. E eu lembro de me sentir uma verdadeira neta dos seus avós - é, eu ainda lembro dos almoços de domingo. Eu lembro do tom da sua voz me confessando coisas inconfessáveis ao pé do ouvido. Me desculpa, mas eu lembro de tudo. Das brigas. De cada puxão de orelha. Do tanto que você me fez crescer. 

Sendo assim, eu também lembro que você resolveu partir. E luto todos os dias para lembrar que era seu direito tomar essa decisão. Luto para pensar que o sol nasce e se põe da mesma forma, mas parece que tudo perdeu um pouco a cor. 

Mas com o tempo a gente aprende que algumas coisas são mesmo para lembrar e algumas pessoas aparecem porque a gente precisa viver aquilo com elas. Quantas musicas eu não conheceria se antes não tivesse conhecido você? Quantos caminhos eu não trilharia? Quantas coisas boas e ruins não sentiria? Hoje eu entendo que era mesmo pra você ter feito parte... e que bom que fez. 

Com amor, 

Alguém que sempre vai lembrar.