O que você leu em 2015?

Dia 31 de dezembro está cada dia mais próximo - e nessa época todo mundo faz seus "balanços". Todo final de ano, paro para observar quantos livros eu li, em que eles me acrescentaram e o que eu quero ler no próximo ano (e faço listinhas!). Logo abaixo deixo os livros que li em 2015 (e já digo que eles ficaram abaixo da meta... E eu queria era dobrar a meta!, risos) e espero que vocês compartilhem aí nos comentários o que leram, o que querem ler e etc.! 
 
 
Vamos lá, da esquerda para a direita:
 
OS HERÓIS DO OLIMPO - Rick Riordan
Todo mundo que leu a saga Percy Jackson e os Olimpianos foi surpreendido com uma nova profecia no final do último livro, O último Olimpiano. Sim, a gente mal recuperou o fôlego com Percy livrando o mundo das garras de Cronos e PÁ, temos outra profecia! Aliás, A Grande Profecia, ou A Profecia dos Sete:
Sete meio-sangues responderão ao chamado,
Em tempestade ou fogo, o mundo terá acabado.
Um juramento a manter com um alento final,
E inimigos com armas às Portas da Morte afinal.
 E a saga Os Heróis do Olimpo vem para cumprir essa profecia. Dessa vez temos semideuses não só gregos, como romanos também. E os deuses estão oscilando em suas personalidades grega e romana, quase não aparecem mais para os semideuses e enfim, está tudo virando de cabeça para baixo. A mãe Terra (Gaia) está despertando e ela é a grande vilã da vez. Percy, Annabeth (que já conhecemos) unem-se a Jason, Piper, Leo, Hazel e Frank - formando então os Sete - e partem para as Terras Antigas para deter o despertar de Gaia. Mas não pense que tudo é tão simples assim: no meio da história ainda temos a antiga rixa entre gregos e romanos, os deuses inaptos a ajudar e muitos monstros furiosos para atrapalhar tudo. Rick é sensacional, amo cada livro dele e já estou lendo sua nova saga, Magnus Chase e os deuses de Asgard. Nota 10 para a saga <3  
 
SE EU FICAR/ PARA ONDE ELA FOI/ EU ESTIVE AQUI -Gayle Forman
Gayle foi uma das minhas descobertas desse ano. Seus livros são de leitura rápida, a edição também ajuda muito. Li cada um em um dia, praticamente. A leitura é bem simples, porém os temas são bem duros. Se Eu Ficar conta a história de Mia, que perdeu toda a família do acidente, do qual ela também é uma vítima grave. É como se seu espírito visualizasse tudo o que está acontecendo e nos narrasse a história. Mia está entre a vida e a morte e precisa decidir se quer ou não ficar (viva). A continuação, Para Onde Ela Foi é narrada por Adam, o namorado de Mia, contando o que aconteceu (SPOILER!) depois que Mia decidiu ficar. A história é repleta de música, já que Mia é uma violoncelista e Adam tem uma banda de rock. Assim que acabei o primeiro livro, fiquei desesperada (sim!) para ler a continuação - as histórias da Gayle fazem isso com a gente.
Eu Estive Aqui conta sobre o suicídio da melhor amiga de Cody, Meg. É um tema muito triste, porém ao mesmo tempo a autora nos deixa uma luz sobre tudo isso. Tem resenha aqui.
 
O LADO BOM DA VIDA/ A SORTE DO AGORA - Matthew Quick
Outra descoberta incrível de 2015: Quick me provou não ser apenas mais um best seller que virou filme. Dois romances extremamente cheios de sensibilidade e de retratos de pessoas que fogem do padrão, os livros de Matthew sempre nos deixam com uma leveza ao termina-los. O Lado Bom da Vida conta a história de Pat, que acaba de sair de um hospital psiquiátrico, e quer recomeçar, ser uma pessoa melhor, tentar "ser gentil ao invés de estar certo" e, principalmente, reconquistar sua ex-esposa. Achei o filme muito, mas muito inferior e diferente do livro.
Sobre A Sorte do Agora, tem resenha fresquinha aqui. Vem ler.
 
NÃO SE ILUDA, NÃO - Isabela Freitas
Todo mundo sabe que amo essa mineira de paixão, e que amei ainda mais o NSIN em relação ao NSAN. Isabela mostra claramente sua evolução do primeiro para o segundo livro, e traz uma história ainda mais envolvente. Tem resenha aqui!
 
EU NÃO SEI LIDAR - Lucas Silveira
Todo emo, quer dizer, fã da fresno!, deve ler esse livro! Lucas praticamente rasga o peito e deixa exposto todo seu interior, todos os seus sentimentos - mostra-se um artista cada vez mais incrível e poético. Poético é a palavra para esse livro, esse homem e suas obras. Minha admiração pelo Lucas é gigante, e Eu Não Sei Lidar a aumentou mais ainda.
O livro traz as canções compostas pelo vocalista da banda gaúcha Fresno e os motivos, histórias e sentimentos por trás delas. Leia, é sério.
 
AS VANTAGENS DE SER INVISÍVEL - Stephen Chbosky
Assisti primeiro ao filme e depois li o livro. Na minha opinião, um dos poucos filmes que foram realmente bem adaptados. É um romance epistolar (amo!) no qual Charlie conta ao seu amigo a retomada de sua vida após seu melhor amigo cometer suicídio. A história de Charlie é repleta de sofrimentos e situações tristes - muito tocantes no leitor. Mas é muito interessante ver seu ponto de vista ingênuo sobre as coisas, suas "participações" e claro, vê-lo sentindo-se infinito. É uma obra muito linda e cativante.
 
FAÇA AMOR, NÃO FAÇA JOGO - Ique Carvalho
Ique, do blog The Love Code traz o amor e a vida em suas melhores formas nesse livro. Composto por textos já conhecidos em seu blog e bem característicos do escritor, Faça Amor, Não Faça Jogo foi uma das minhas melhores experiências de 2015. É até difícil escrever sobre esse livro, por ele ser tão intenso e cheio de amor - Ique conta sobre amores que viveu e, principalmente, histórias com seu pai, um homem incrivelmente sábio que foi vítima de uma doença degenerativa sem cura.
 
MORTE NA MESOPOTÂMIA - Agatha Christie
O livro passa-se em uma expedição arqueológica cheia de suspenses e mistérios. Amo os romances policiais da Agatha e do jeito que ela pensa minuciosamente em tudo. Esse é mais um caso de Poirot - meu preferido, particularmente.
Acho difícil algum livro de Christie me decepcionar, pois essa mulher foi incrível!
 
Ufa! Foi isso! Espero que vocês tenham gostado desse resumão e aproveitem para me contar suas experiências literárias!
 
Um super beijo e um feliz 2016!