O que é dar certo para você?

Fonte: We Heart It
Um dia, uma amiga me disse: "Namorei por dois anos e meio. Queria que tivesse dado certo."
Olha, se isso não é dar certo, eu não sei o que é dar certo.

As pessoas têm a mania boba de achar que dar certo é dar em casamento, riqueza, Paris ou fama. Dar certo, para mim, é olhar para trás e ver que você não se arrepende de nada. Nadinha. É perceber que você viveu muita coisa boa e agora tem a oportunidade de experimentar coisas melhores ainda. Porque a vida nos dá a incrível oportunidade de guardar só o que foi bom e buscar só o que nos faz bem. E com o tempo, a gente consegue ver que em cada canto e situação, existe algo bom.

O apego ao passado e àquilo que nos fez bem (e hoje não faz mais) só nos insere em um loop infinito de nostalgia e solidão. Dar certo é saber a hora que vai começar a dar errado, e parar. Hoje eu entendo que é mil vezes melhor virar na próxima esquina do que continuar em um caminho sinuoso de aparências, comodidade e obrigação. Dar certo é justamente isso: não ter obrigação alguma.

O dar certo às vezes cabe em um verão; em duas semanas incríveis e não em dois anos tediosos. Dar certo é alguém te levar para ver as luzes da cidade em uma data especial, e não ao restaurante mais caro, onde todos fingem ter a vida perfeita. Dar certo é deixar o outro seguir em frente; ou então seguir junto, pegando a segunda estrela à direita e então direto, até amanhecer. Dar certo é conversar com um desconhecido no ônibus por horas, até a garganta doer, e pedir por mais garganta, já que percebe-se que a conversa está só no começo. Dar certo é sorrir com o sorriso do outro.

Sua vida já deu certo várias vezes e você nem percebeu. Deu certo todas as vezes em que você não lembrava como respirar ou perdeu as palavras. Deu certo quando você não precisava de um chão, pois as nuvens te sustentavam e faziam-te sentir infinito. Sabe por quê? Porque sempre dá certo - e eu não estou falando de quando chega o fim. Estou falando do caminho.

Mas, e aí? O que é dar certo para você?