O extraordinário ato de ser gentil

Fonte: We heart it
Um dia desses, estava passando por uma rua muito longe de casa e encontrei uma cadelinha totalmente magra, assim, em estado de urgência. Fui até o bairro vizinho, junto com um colega, compramos um quilo de ração e levamos até ela. Como ela não comeria um quilo de ração em uma hora, perguntei a um senhor que estava por perto se ele poderia dar o que sobrasse de ração posteriormente. Eis que ele me responde:
Eu não! Só respondo pela minha casa e não vou pegar nenhuma outra responsabilidade! 
Poderia escrever um texto apenas sobre a revolta por receber uma negativa somente por pedir esse favor - e não pedir que ele comprasse mais ração, levasse a bichinha ao veterinário ou a adotasse.

Mas esse texto é sobre quem não se esforça o mínimo para ser gentil, ou ao menos fazer uma gentileza diária. Gente que prefere esbravejar desagradabilidades logo pela manhã do que dizer um simples "bom dia". Gente que poderia dar um sorriso tímido ao invés de virar a cara. Gente que poderia, muito bem, limpar a bandeja do fastfood

É claro que todo mundo acorda às vezes com o pé esquerdo ou, se preferirem, logo pela manhã já enfia o pé na jaca. Não que isso justifique a falta de tato com os outros, mas é até entendível. Inaceitável é gente amarga que diz grosserias com o rótulo de sinceridade. Que machuca de propósito ou não faz o bem por indisposição de sair do seu quadrado ou pelo simples fato de não querer. 

O que essas pessoas não reparam é que, quando fazemos o bem ou algo gentil ao próximo, o maior beneficiário somos nós mesmos - não importa a circunstância ou feito. Porque a negatividade que a gente transmite por aí fica mais concentrada dentro da gente, e não por onde ela passou. Por isso é melhor ser casa de sentimentos bons - vide Forfun. Se não der pra ser casa, comece sendo quarto, depois corredor, cozinha, sala, banheiro. 

A nossa sorte é que sempre há tempo pra mudar o que a gente carrega e transmite. Li esses dias por aí que só viramos sábios quando deixamos de errar, e só começamos a acertar depois que aprendemos com nossos erros. A vida é assim: errar, errar, errar, pra depois acertar. Espero que você sempre transmita coisas boas por aí.